Coletivo sÓ

coletivo sÓ – biblioteca

Posted in Uncategorized by coletivoso on agosto 11, 2011

MAIO de 2008
http://issuu.com/jornalcoletivoso/docs/primeiramaiode2008
– Grupo UM (jazz nacional)
– Resenha do amplificador Giannini Tremendão
– Especial de três páginas do Som Nosso de Cada Dia (rock progressivo nacional)
– CTA-102 (psicodelia brasileira)

JULHO de 2008
– Reportagem/matéria Divina Increnca (Jazz nacional)
– A trajetória do grupo Gryphon (rock progressivo)
– Segunda parte do especial Som Nosso de Cada Dia
– Matéria sobre o grupo El Reloj (progressivo, hard rock argentino)
– Sessão de bandas novas
– Peter Brotzmann (jazz, avant-gard)
– Resenha do livro Albatroz, de Joel Macedo (jornalista da Rolling Stone brasileira na década de 70)

OUTUBRO DE 2008
http://issuu.com/jornalcoletivoso/docs/ccpc
– Edu Viola (psicodelia brasileira)
– Sessão literária
– Os primeiros anos do Joelho de Porco (rock nacional)
– Ktzat Acheret (progressivo, avant-gard israelense)
– Artigo sobre Freddie Hubbard (jazz-fusion jazz-funk)
– Reportagem sobre um mini-festival com bandas novas
– Especial de três página do Terreno Baldio (rock progressivo nacional)

06/11/09

Anônimo

JANEIRO de 2009
http://issuu.com/jornalcoletivoso/docs/janeiro2009
– Artigo sobre Lanny Gordin (psicodelia brasileira)
– Matéria Art Ensemble of Chicago (jazz-avant gard)
– Soft Machine (progressivo, jazz-rock)
– Matéria/reportagem O Bando (psicodelia brasileira)
– Sessão literária, especial sobre Ana Cristina César (poetisa, década de 70, 80)
– Matéria/reportagem O Lodo, banda carioca do início da década de 70 (rock nacional)
– Especial: prévia do festival Psicodália

Maio de 2009
http://issuu.com/jornalcoletivoso/docs/ccpc
– Matéria sobre Wesley Duke Lee, artista plástico paulistano, idealizador do grupo rex
– Akineton Rtard, quatro páginas sobre o grupo/cena chilena de música contemporânea/criativa

AGOSTO/SETEMBRO de 2009
http://issuu.com/jornalcoletivoso/docs/setembroccpc
No miolo, Sérgio Sampaio l Teatro da USP l A garimpagem de Charles Gavin l A farra de Hermeto em São João Del Rey l Quatro páginas dedicadas ao Som Imaginário, grupo que ajudou a catapultar Milton Nascimento l Parceria sÓ e CCPC: Os Haxixins Mandau Oficinas Artes Plásticas. Ache a sua pelas ruas de São Paulo ou venha pegá-la aqui no CCPC.

SETEMBRO/OUTUBRO de 2009
http://issuu.com/jornalcoletivoso/docs/oitavaedicao
Canil_, experimentação na Escola de Comunicações e Artes – Mama Gumbo, entrevista com o músico Alex Cruz – Loki, resenha crítica do filme – CCPC, jazz, programação e samba-rock – Especial de quatro páginas Rock da Mortalha, entrevistas com Henrique Meneghini, Giácomo e Filippo Baldassarini

Anúncios

Concerto de música experimental, concerto festivo univers0 ConFus0

Posted in Uncategorized by coletivoso on agosto 18, 2010

13 de outubro, a partir das 22h00

Patife Band ___  http://www.myspace.com/patifeband

Eden Carrasco (Chile) ___ http://www.myspace.com/edencio

Meretrio ___  http://www.myspace.com/meretrio

Pig Soul ___ http://www.myspace.com/pigsoul

Moria Duo com Bruno Costa e David Forell ___

http://www.myspace.com/saunoflex


CCPC

rua General Jardim 269, centro SP

ingressos 15 antecipado ou lista

30 reais na portariar

haverá sorteio de ingressos anunciado no endereço eletrônico

http://coletivos0.net

Patife Band

Éden Carrasco

com Akineton Retard

com La Kut

Meretrio

Pig Soul

vídeo aqui – chorume da alma

Saunoflex

CCPCGeneral Jardim, 269

coletivo sÓ

conjunto frente única sonora ConFuS0

flip experience, autoria de chuck dedo amarelo

Posted in Uncategorized by coletivoso on julho 13, 2010

por Chuck Dedo Amarelo

*cancelada participação de Lou Reed

Flip experience – o festival de música da Festa Literária de Paraty
participe desse laboratório de produção móvel, 45 vagas
http://coletivoso.net/flip/

A cidade de São Paulo irá visitar Paraty durante a Flip – Festa Literária Internacional de Paraty -, entre os dias 6 e 8 de agosto. Psicodelia de São Paulo indo ao encontro dos ilustres pais da matéria, os cartunistas Robert Crumb e Gilbert Shelton.

Pousada Eco Resort Cachoeira Azul

http://www.cachoeiraazul.com.br/Pousada_Cachoeira_Azul_Paraty/Pousada.html

camping, 200 reais

quarto/cama, 290 reais

contato:
lucas.rcampos@gmail.com

últimas vagas

haverá venda de ingressos no dia do show

local do show: Bar Sarau, no centro histórico

na artilharia cultural

no amigos da cultura

no fino da bossa

Flip Experience

Posted in rádio, Uncategorized by coletivoso on junho 30, 2010

ouça mais informações aqui:

Coletivo sÓ online-papel jornal viajando em pixels

Posted in Manifesto by coletivoso on janeiro 29, 2009

DSC01353

leia aqui todas as edições impressas

almejamos a vanguarda que um certo mestre nos mostrou com a falta de notas e lisergias jurássicas, concretizadas em sopros, batidas e musicalidade voraz/sentimental

segunda edição-maio 2008

segunda edição-maio 2008

segunda edição do Coletivo sÓ-julho de 2008

segunda edição do Coletivo sÓ-julho de 2008

Quarta edição-outubro de 2008

Quarta edição-outubro de 2008

Nosso objetivo é buscar o espírito dos sebos de discos, da casa dos músicos, dos clubes perdidos e de progressistas que pintam, escrevem e sonham.

Revolucionários que não esperam, dinossauros não estacionados, reciclados. Tentaremos reportar a você as histórias que construíram a nostalgia, que não negamos existir, mas que alicerçaram cabeças, e formas de pensar o mundo. Buscamos a compreensão da “mocidade do nosso temporal”*, pertencemos a um não tempo real. Acreditamos ainda construir e contribuir com “um novo amanhecer”*

Queremos “botar pra fora nossa dor poluída pelo século do desespero”*, esse é o motor que nos move à doação: para alguns audições “eternas que não duram mais que um dia”*, pra outros tocar, desenvolver canções abruptas, “ser bicho do mato”*.

Estamos abertos a intervenções diversas, a possuir a chave que “tranca, lacra o peito”*, para abri-lo, e socializar as vísceras. Assim gostaríamos de apresentar as novas amalgamas, e torna-las paupáveis, agregar os que estão conosco.

Somos sÓ, agora definitivos, depois de abstrações e uma criação frutífera. Sonhamos muito, talvez ambiciosos. Ficamos satisfeitos com a edição púrpura, mas o desejo agora é trabalhar em cima do aparente simples, um tablóide em preto e branco. Simples a ser superado por uma cultura obscura, de todos.

Por isso uma publicação gratuita, distribuída aos quatro ventos com o objetivo de continuar a ser vanguarda.
Trabalharemos para desconstruir os padrões. Um “não jornalismo” será pintado com formatos atonais e escrita dodecafônicas.
Os asteriscos(*), belos recursos estilísticos são referência ao Som Nosso de Cada Dia.

quinta edição-janeiro 2009

quinta edição-janeiro 2009

terceira edição julho de 2008

sexta edição julho de 2008

por lucas rodrigues de campos

editorial publicado na primeira edição no formato jornal de coletivo sÓ

Edição de maio, 2008